domingo, 9 de novembro de 2008

AfilosofiaMOR em revista - Domingo, no JB

Na revista da moda, o Amor ganhou destaque!

Eis a nota sobre este blog que figura na página 40 da revista de Domingo do dia 09 de novembro de 2008, no JB.



Fica a ressalva de que Amor é muito mais que um coração - partido, remendado ou intacto - entre duas pessoas: é a identificação e potencialização do próprio coração - amor próprio - e a universalização do próprio coração - amor altruísta - em direção a toda a vida através do amor absoluto (divino): Eros, Ágape e Philia.

Por isto este ser um blog surgido da busca por mim mesmo, pois só é capaz de amar incondicionalmente o próximo e ir ao encontro do Todo aquele que se ama, sendo que isto não significa narcisismo ou mimo, mas sim um olhar e tratar compassivo e evolutivo sobre seu próprio ser.


Faltou incluir Sócrates... a lista é daqueles ‘amantes do saber’ (filósofos - aqueles que amam o saber) que não apenas idealizaram e conceituaram em palavras, mas que aplicaram na prática, conferindo assim maior valor às suas idéias, tornando-as ideais.
.
Afinal, como afirmara Lao Tsé, outro que figura facilmente nesta lista: "Saber e não fazer ainda não é saber".

Como diria Sêneca: “a filosofia é a ‘arte de viver’; é a aplicação na prática”. Este seleto grupo fez de sua vida tal obra, da arte um viver. E qual melhor arte de viver que Amar: buscar,
conquistar, superar; tudo através da união. Não é esta a melhor filosofia?
Se amar é conhecer por inteiro, positivo e negativo, esse conhecimento ganha uma qualidade superior quando usado sabiamente, buscando agregar valor, superar. Pensar, falar e agir com amor passa a ser a maior sabedoria então... Amor aqui como enzima catalisadora, positiva.

Vale ainda ressaltar que sou apenas um aprendiz me pós-graduando, não um mestre em filosofia: isto chega a ser heresia com Heráclito, Parmênedes, Sócrates, Platão, Aristóteles, Spinoza, Kant, Nietzsche, Kirkegaard, Sêneca, Plotino e tantos outros que ofertaram sua sabedoria em forma de palavras para que iniciássemos nossa caminhada de um ponto mais distante da escuridão total da ignorância inicial na qual somos paridos – uma vez que, contudo, somos concebidos em Luz. E o Amor é esta superação na alternância constante do movimento da vida: dia-noite, frio-quente, claro-escuro, etc.
.
Pena que a maioria da humanidade não tem acesso à filosofia e que boa parte que dos que tem não dá o devido valor. Amor tem sido um item raro, por mais que abundante no interior de cada um, continua velado.

Se somos a raça que domina o mundo, eleita pela razão, sendo esta seu diferencial em relação aos demais seres, porque não potencializar isto?

Por fim, fica o reforço do ponto-de-vista deste blog: do Amor ser a expressão máxima de sabedoria e do amor ao conhecimento – A filosofia MOR.

Fica o agradecimento à jornalista Anna Braile que tratou do tema com carinho e amor, conferindo à nota, além do belo destaque, um título que ficou leve e brincalhão; afinal, por mais séria que seja a pesquisa aqui publicada e meu compromisso nessa busca, o Amor é essa mescla entre o fascínio do compromisso e a beleza do sorriso.
.
Obrigado por colocar o Amor em destaque: o mundo, sem saber, agradece.
.
Aproveito o ensejo e agradeço também aos meus mestres - da pós no Mosteiro de São Bento no Rio e de toda a vida - que me conduziram cada qual a sua maneira e em sua disciplina - sempre com amor - ao conhecimento e me possibilitaram realizar esta jornada que ainda está longe de acabar: findará com minha morte.
.
E olhe lá: o contrário (de morte) é nascimento e é nesta fé que digo que a vida - esses ciclos sem fim - transcende e que o Amor é o 'passaporte'.
.
Eu estou procurando o meu aqui dentro para poder usá-lo melhor lá fora. E você? Já conferiu se o seu 'passaporte' está em dia?
.
No Amor,

4 comentários:

PASCOM disse...

Klaus, nosso mestre, nosso amigo, "amor nosso de cada dia". Como amigo quero expressar minha visão do seu olhar compreensivo e cheio de compaixão, um exemplo de amor, de uma irmandade pouco vista nos nossos tempos. Obrigado amigo!
Graça e Paz! Sérgio, amigo pra sempre. São Bento, sábados, manhãs cheias de amor amigos.
Se me permite uma dica: Os Átridas de Ésquilo, Sófocles e Eurípedes adaptação e direção de Marcelo Mello - Teatro Sesc Tijuca - um espetáculo de "voar sobre as culminâncias" do amor...

w.y.s.d.ॐ disse...

Querido amigo, irmão Sérgio,

falas do espelho no qual vês seus próprios olhos refletidos, de certo.

Eu é que agradeço suas palavras e sua dica e já saudoso me lembro de nossas manhãs de sábado compartilhadas entre trocas tão valorosas que fazem falta. Sem dúvida um dos 3 melhores, senão o melhor curso, sim o melhor, que eu já fiz.

Conteúdo bom, pessoas melhores ainda e uma troca enriquecedora.

Como podes ver por este blog, apaixonei-me pelo tema Amor.

Que todos possam se beneficiar.

namastê

Klaus

Mariana Marques disse...

Querido amigo no amor,
Que beleza contemplar os frutos de nossas classes. Eles me acompanham a cada instante e me alegro, ou melhor exulto de alegria em ver que compartilhamos todos os mesmos frutos.
Sempre achei que essa pós-graduacao dava uma boa matéria de revista de domingo. Delicioso ver que ela se tornou essa matéria de uma forma ainda mais interessante.
Um forte abraco saudoso e outro para o mestre Sergio.

w.y.s.d.ॐ disse...

Fazes falta por estas bandas, querida.

Mas não há distância para o Amor, que tudo abarca e que, de certo, lhe abraça e conforta tenramente.

beijos saudosos, obrigado pela visita,

namastê

Klaus